sábado, 14 de outubro de 2017

Eterna Sofrência - 25/09/2017

Muitas vezes escrevi uma mensagem
E nao consegui enviar, apaguei
Vem a mim, sua imagem
Que algumas vezes eu cerquei
Mas sem conseguir passar da barragem
Pela falta de coragem que criei.

Assim vou vivendo bem desiludido
Sonhando com alguem que e impossivel
Passo por ela e fico perdido
Mas nem uma olhadinha, sou invisivel
Quando vejo teu face, fico mordido
Nao e possivel ser assim, a vc sensivel

Ja tentei de todas as maneiras esquecer
Tirar voce da minha mente, do meu olhar
Nao consigo fazer a razao prevalecer
Sou muito fragil, voce olha e eu fico a sonhar
Imaginando que agora ira acontecer
Mas e pura ilusao, sinto o coraçao apertar

Continuar sofrendo por uma fixaçao
Sera que isto que o mundo me reservou
Cair de quatro por quem nem ve seu coracao
Ficar esperando um milagre que agorou
Sonhar, esperar, ver, aguardar a redençao
Sera que é isto que a vida me reservou?


Esta aqui foi até engraçada, eu estava na casa da cidade de meus pais, no interior do estado, e cheguei e um vizinho ficou, acreditem, 4 horas escutando musica sertaneja de sofrência. Pior que o som dela dava direto para o quarto onde durmo e a sala. Aí ficou difícil não vir a inspiração por osmose.

Nenhum comentário: